Sociedade de Radiologia do Rio de Janeiro
História

Tangidos pelo entusiasmo e pelo acelerado progresso da radiologia, um grupo que a exercitava reuniu-se e fundou no dia 12 de dezembro de 1929, na sede da "Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro", na rua Mem de Sá nº 197, a "Sociedade Brasileira de Radiologia e Eletrologia".

Alkindar Monteiro Junqueira e Og de Almeida e Silva, jovens médicos radiologistas, "tomaram a si a iniciativa e a incumbência de levar a efeito essa realização".

Dr. Alkindar Monteiro Junqueira Dr. Og de Almeida e Silva

O acontecimento teve o seguinte registro, consignado em ata pelo dr. Alkindar Monteiro Junqueira: "Convocada a maioria dos especialistas que constituem a razão de ser da Sociedade, lograram comparecer doze, e dois justificaram a sua ausência. Reunidos na sede da "Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro", deu início aos trabalhos o dr. Alkindar Monteiro Junqueira, que depois de explicar o fim daquela reunião, propôs que fosse convidado o dr. Benigno Sicupira a fim de dirigir os trabalhos da mesa. Foram seus auxiliares, a convite seu, os drs. Og de Almeida e Silva e Alkindar Monteiro Junqueira. Depois de trocadas as idéias entre os presentes, ficou deliberada a fundação da "Sociedade Brasileira de Radiologia e Eletrologia", para o que se lavrou o termo de fundação, que se acha assinado pelos presentes à reunião.

(obs - somente os drs. Alkindar Monteiro Junqueira e Jayme da Silva Rosado assinaram esta ata - curiosamente, datada de 12 de dezembro de 1930, por engano do redator da ata).

Termo de Fundação

"Aos doze dias de dezembro de 1929 (mil novecentos e vinte e nove), presentes os médicos abaixo assinados, na sede da "Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro", ficou pelos mesmos deliberada a fundação da "Sociedade Brasileira de Radiologia e Eletrologia", com sede na cidade do Rio de Janeiro. A vida da Sociedade será regida por estatutos a serem elaborados e aprovados em sessões especiais, posteriores".

Nesta mesma sessão, foram designados os drs. Adauto Botelho, Og de Almeida e Silva e Alkindar Monteiro Junqueira para elaborar os Estatutos e apresentá-los na sessão preliminar seguinte, marcada para o dia 19 do mesmo mês e no mesmo local.

A 2ª sessão foi presidida pelo prof. Roberto Duque Estrada e secretariada pelos drs. Alkindar Monteiro Junqueira e Og de Almeida e Silva.

Constituída a mesa, a sessão prosseguiu com a leitura do projeto de Estatuto elaborado pela Comissão designada anteriormente. Não houve tempo para aprová-lo, em vista dos reparos e das sugestões apresentadas.

Compareceram os drs. Roberto Duque Estrada, Alkindar Monteiro Junqueira, Adauto Bntelho Costa Junior, Damasceno de Carvalho, Luiz Paulino, Jayme da Silva Rosado, Anibal Varges, Laurindo Quaresma, Carlos Osborne, Genival Londres, José Lins, José Geraldo Vieira, Lauro Monteiro, Arnaldo Werneck Campello, Humberto Cezar, Jayme Villalonga, Manoel de Abreu e Og de Almeida e Silva.

A 3ª sessão preliminar realizou-se no dia 27 de dezembro de 1929, com a presença de 14 membros. Foi dirigida pelo prof. Roberto Duque Estrada, que teve como secretários os drs. Alkindar Monteiro Junqueira e Og de Almeida e Silva. Foi então concluído o estudo do anteprojeto dos Estatutos e por fim aprovado, cabendo à mesma Comissão que o elaborou dar-lhe a redação definitiva, obedecendo, contudo, "à risca, o exato conteúdo do texto aprovado."

Passou-se, a seguir, a cogitar da eleição da diretoria, conforme os Estatutos preceituavam, definindo-se inicialmente os sócios que poderiam votar e quais os que tinham o direito ao Título de Sócio Fundador. Resolvida esta preliminar levantada pela presidência, ficou decidido que esse privilégio caberia ao sócio que houvesse comparecido a uma das sessões preliminares, ou que tivesse sido representado na última sessão preliminar. Nomeiam-se, a seguir, os sócios representados: dr. Mario Machado, representado pelo dr. Jayme da Silva Rosado; dr. Francisco de Oliveira, representado pelo dr. Manoel de Abreu; dr. José Victor Rosa, representado pelo dr. Damasceno de Carvalho, dr. Renato de Souza Lopes, representado pelo dr. Damasceno de Carvalho; dr. Frederico Eyer (dentista), representado pelo dr. Damasceno de Carvalho; dr. Trajano Menezes (dentista), representado peÌo dr. Damasceno de Carvalho; dr. Miguel Couto Filho, representado pelo dr. Damasceno de Carvalho; dr. Jayme L. Guimarães, representado pelo dr. Alkindar Monteiro Junqueira; dr. Lafayete Stockler, representado pelo dr. Alkindar Monteiro Junqueira; dr. Genésio Pitanga, representado pelo dr. Victor Côrtes; dr. Detsi Filho, representado pelo dr. Victor Côrtes; prof. dr. Eduardo Rabello, representado pelo dr. Manoel de Abreu.

Estiveram presentes a esta sessão: Roberto Duque Estrada, Og de Almeida e Silva, Alkindar Monteiro Junqueira, Jayme da Silva Rosado, Luiz Paulino, J. J. Vieira Filho, José Geraldo Vieira, Manoel de Abreu, Victor Côrtes, Laurindo Quaresma, Anibal Varges, José Julio da Costa, Damasceno de Carvalho e Adauto Botelho.

A 4ª sessão preliminar verificou-se a 2 de janeiro de 1930 e, como as demais, na sede da "Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro". Presidiu-a o dr. Adauto Botelho, sendo secretários os drs. Alkindar Monteiro Junqueira e Og de Almeida e Silva. Teve por finalidade a eleição da 1ª diretoria, que iria dirigir a Sociedade no curso do seu primeiro ano. Cogitava-se de eleger o Prof. Roberto Duque Estrada para presidi-la, Mas, este mestre não desejava disputar o honroso cargo, tendo o dr. Damasceno de Carvalho solicitado permissão à mesa para ler a carta que tinha recebido do dr. Duque Estrada, em resposta à que ele lhe escrevera em seu nome e em nome de um grupo de amigos.

Rio, 2 de janeiro de 1930

Meu caro Damasceno, 

Acabo de receber a sua delicada carta, onde fico informado que um grupo de amigos pretende levantar a minha candidatura à presidência da "Sociedade de Radio1ogia e Eletrologia". Penhorado por essa prova de estima e distinção, que muito me honra, devo entretanto dizer que declino desta situação privilegiada, porque o cargo de presidente exigiria de minha pessoa um dispêndio de atividade que, no momento, não seria possivel dedicar à Sociedade. 

Aos meus amigos, peço não vejam neste gesto um menosprezo à sua iniciativa que, ao contràrio, muito me sensibiliza e desvanece. 

Do amigo grato 

Roberto Duque Estrada

Procedeu-se, em seguida, à eleição, cujo resultado foi:

Presidente - Manoel de Abreu
Vice-presidentes - Roberto Duque Estrada e Adauto Botelho
Secretário geral - Alkindar Monteiro Junqueira
1º Secretário - Og de Almeida e. Sliva
2º Secretário - Jayme da Silva Rosado
3º Secretário - Carlos Osborne
Tesoureiro - Benigno Sicupira Filho
Orador - José Geraldo Vieira
Bibliotecário - Lauro Monteiro
Redatores do "Boletim" -Victor Côrtes e José Lins
Comissão de Sindicância - Genival Londres, Luiz Paulino e Jayme Villalonga

Comissões Permanentes:
Radiodiagnóstico - Roberto Duque Estrada, Manoel de Abreu e Benigno Sicupira Filho
Radioterapia - Eduardo Rabello, Amaldo Campelo e Og de Almeida e Silva
Eletrologia - Adauto Botelho, Jayme da Silva Rosado e Damasceno de Carvalho

Proclamado o resultado da eleição, o dr. Adauto Botelho propôs ao plenàrio - e foi aceito - que a diretoria se empossasse imediatamente.

O prof. Manoel de Abreu assumiu a presidência sob aplausos. Em breves palavras, agradeceu a sua eleição e salientou os principais objetivos da nova entidade. A seguir teceu encomiásticos elogios ao prof. Roberto Duque Estrada, salientando seu esforço, que datava de muitos anos, "para que a radiologia constituisse, realmente, no nosso meio, uma especialidade de vida própria". Concluiu seu discurso, pedindo que se convocasse uma reunião especial para homenagear esse mestre pioneiro. O pedido foi acolhido e a homenagem se efetuou no dia 9 daquele mesmo mes e ano.

Com a presença de 17 sócios e sob a presidência do prof. Manoel de Abreu, foi realizada a 1ª sessão ordinária da Sociedade, no consultório do dr. Adauto Botelho, situado no Edificio Odeon, sala 514, Rio de Janeiro. O prof. Manoel de Abreu abriu a sessão e, com "eloqüentes palavras, mostrou a razão de ser da nova Sociedade e os grandes beneficios que ela viria prestar, no futuro, à radiologia e à eletrologia no pais, dando a muitas especialidades uma orientação puramente científica".

Feitas essas considerações, passou a presidência ao vice-presidente, prof. Roberto Duque Estrada, e, em seguimento o prof. Manoel de Abreu fez a primeira comunicação científica à Sociedade, a qual versou sobre "Cálculos de colesterina visíveis nas radiografias simples".

Com a palavra, o dr. Arnaldo Campello discorreu sobre "Radiologia em um caso de sarcoma de mieloplaxo”

Também os drs. J. Vellard e Jarbas Penteado fizeram comunicações nessa sessão.

Estiveram presentes: Alkindar Monteiro Junqueira, Laurindo Quaresma, Victor Côrtes, Luiz Paulino, Jayme da Silva Rosado, Annibal Varges, José Geraldo Vieira, Benigno Sicupira Filho, Lauro Monteiro, Carlos Osborne, José Victor Rosa, Roberto Duque Estrada, Og de Almeida e Sllva, Arnaldo Campello, Manoel de Abreu e Adauto Botelho.

A Sociedade reuniu-se, no ano de 1930, nove vezes em sessões ordinàrias, e uma vez extraordinariamente. Seus trabalhos desenvolveram-se em bom nível científico, sempre bem apreciados e estimulados pelos que a frequentavam, bem como, pelos que os liam na imprensa médica. Na última sessão desse ano, isto é, em 5 de dezembro de 1930, o prof. Manoel de Abreu fez minucioso balanço desses trabalhos e não teve dúvida em afirmar que a Sociedade se constituira, como era desejo de todos os seus membros, em valioso centro de ensino e de propagação da radiologia e, também, em órgão vigilante da defesa dos interesses da classe dos radiologistas e dos eletrologistas.

Nessa mesma sessão, foi feita a eleição para nova diretoria, sendo eleitos:

Presidente - Roberto Duque Estrada
1º Vice-Presidente - Manoel de Abreu
2º Vice-Presidente - Benigno Sicupira Filho
Secretário Geral - Damasceno de Carvalho
1º secretário - Jayme da Silva Rosado
2º secretário - Laurindo Quaresma
Tesoureiro - Og de Almeida e Silva
Orador - José Geraldo Vieira
Bibliotecário - Lauro Monteiro
Redatores do "Boletim" - José Lins e Victor Côrtes

Essa diretoria realizou oito sessões, sempre vividas com particular interesse pelos sócios. Na sessão final, o secretário leu o resumo dos trabalhos apresentados no decurso desse ano:

1) Anibal Varges-Utilização das correntes galvânica e diatermica em eletrologia médica-sessão de 30 de abril
2) Arnaldo Campello - Cálculo negativo da vesícula, Falsa imagem de câncer do pulmão - sessão de 29 de maio; Fibroma uterino curado pela radioterapia - sessão de 31 de julho; Radioterapia nas adenopatias inguino crurais - sessão de 30 de outubro
3) Carlos Osborne - Hipoplasia cardiaca - sessão de 30 de abril; Histerossalpingografia, modificação de sua técnica - sessão de 29 de maio. Sombra opaca nodular no pulmão direito - sessão de 31 de julho; Confirmação do caso anterior: Câncer - sessão de 27 de novembro: Hérnia escrotal, Prova de Graham-Colle em caso de ablação da vesícula; Da estereogrametria - também nessa mesma sessão
4) Damasceno de Carvalho: - Imagem lacunar da grande curvatura do estômago - sessão de 29 de maio; Vesícula biliar visível sem meio de contraste - sessão de 25 de junho
5) Roberto Duque Estrada: Úlcera perfurante da pequena curvatura - sessão de 30 de março; Corpo estranho na faringe - sessão de 29 de maio
6) Jayme da Silva Rosado: Cálculos negativos na vesícula. Histerossalpingografia em prenhez ectópica-sessão de 29 de maio; Apendice voltado e aderente à porção hepatovesicular - sessão de 31 de julho; Mal de Hansen; Tumores evidenciados pela histerossalpingografia-sessão de 11 de novembro
7) José Lins: Mielomas múltiplos da abóbada craniana - sessão de 30 de abril
8) Manoel de Abreu: Complemento sobre os estudos das tabelas e gráficos da imagem cardíaca - sessão de 30 de março; Evidenciação das pregas da mucosa gástrica - sessão de 2 de novembro
9) Og de Almeida e Silva: Úlcera perfurante do antro - sessão de 30 de março; lmagem suposta de aneurisma artério-venoso da aorta e da pulmonar - sessão de 26 de junho. Estenose das primeiras porções do intestino delgado e úlcera duodenal com periduodenite - sessão de 30 de outubro; Radioterapia nas adenopatias inguino-crurais - sessão de 30 de outubro
10) Victor Rosa: Imagens parasitas em 2 filmes, - sessão de 26 de junho; - Calcificações pulmonares - sessão de 31 de julho; Aneurisma da poplitéa - sessão de 30 de outubro
11) Jayme Villalonga: Meningocele - sessão de 26 de junho

Para reger a Sociedade no ano de 1932, foi eleita, na sessão de 27 de novembro de 1931, a seguinte diretoria:

Presidente - Manoel de Abreu
1º Vice-Presidente - Roberto Duque Estrada
2º Vice-Presidente - Arnaldo Campello
Secretário Geral - Damasceno de Carvalho
1º Secretário - Jayme da Silva Rosado
2º Secretário - Carlos Osborne
3º Secretário - Laurindo Quaresma
Tesoureiro - Og de Almeida e Silva
Orador - Adauto Botelho
Bibliotecário - Luiz Paulino
Redatores do "Boletim" - José Lins e Victor Côrtes